Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

find equilibrium



Terça-feira, 29.12.15

do que retiro de 2015

Tenho uma memória por vezes foleira. Lembro-me muito pouco do início do ano porque foi calminho, nada memorável. Mas gostei de fazer 22 anos e cantar a musica 22 da Taylor Swift durante o dia todo. Foi o último ano de curso e andei durante alguns meses bastante em baixo, não tinha vontade nenhuma de ir para a Maia, nada me motivava, não me apetecia estudar, muito menos fazer viagens. Mas virei a página e "vamos lá!" e assim o fiz. 

Pela primeira vez, em três que ia a França, fui a Biarritz. O universo deve ter adivinhado que seria o meu ultimo ano portanto até trouxe lembranças. Mas tirando isso, as férias foram tipicamente normais e aparentemente aborrecidas alguns dias. 

O ultimo trimestre foi um misto de emoções, voltei àquela situação do curso, estudar está quieto - tirava notas razoáveis e não boas como antes - preferia ficar na Maia e não voltar a casa no fim de semana porque era um verdadeiro aborrecimento. Passei várias vezes no Porto, mesmo em saídas que achava impossíveis. 

A saúde não trouxe muitas chatices, se bem que andei duas vezes mal do estomago e algumas más disposições pelo mesmo - típico flor de estufa que gosta de comer e não pode - o stress, a ansiedade não me deixava estagiar em condições, as dores nas costas eram assombrosas. Nada que não fosse resolvido.

Os estudos, com algumas desavenças, concluí os melhores objetivos, 17 valores foi assim cumprido com muito orgulho e trabalhos. A mudança de estágio foi das melhores etapas do curso, pois em poucos meses aprendi novas coisas e dediquei-me a sério na área e tive oportunidade de ir duas formações que completa o meu currículo.

A nível familiar, os ultimos três meses foram bastante complicados. Os meus pais estiveram à beira de um divórcio do qual me fez chorar bastante, noites mal dormidas, conversas e choros. No entanto, as coisas melhoraram mas tenho sempre receio. 

Nas relações, vou deixar muita gente em 2015, amigos inclusive. Não estava nada a contar com a mudança nos ultimos meses sobre este assunto. Acabar um relacionamento foi bastante difícil, nunca pensei em fazê-lo. Portanto, se acham que acabar um relacionamento é fácil para quem acaba, não é!!! As coisas já não estavam fáceis e acabou por entrar uma pessoa extremamente especial na minha vida que me deu um empurrãozinho que (se calhar) estava a precisar. 

Atualmente, acabo o ano aliviada, bastante feliz e satisfeita com a minha vida. Só desejo que 2016 traga boas oportunidades, um trabalho, bons fins de semana, boas viagens, boas companhias. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por liz collingwood às 15:00

liz collingwood © 2011-2016
Design by Sacha Hart
The Design Project


2 comentários

De twilight_pr a 29.12.2015 às 23:00

Espero que o teu 2016 seja melhor que 2015.
Um beijinho grande*

De brittany a 01.01.2016 às 15:55

Bom ano novo querida! Tudo de bom :)

Comentar post