Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

find equilibrium



Quarta-feira, 15.06.16

Desafio 52 semanas (XXIII e XXIV)

Semana 23: Coisas que me incomodam no mundo contemporâneo

Adolescencia errada: atualmente vê-se os pré adolescentes a comportarem-se como se tivessem 20 anos e não sabem a essencia que aproveitar cada ano da sua vida, desejando crescer rápido, desenvolver rápido. E quando isso acontecer, vão ficar alguns anos sem conseguirem evoluir. Atualmente, eles, vocês, não sabem a essencia de viver um dia de cada vez, ter tempo para crescer, para maquilhar, para encher, para sair. Não dão tempo ao tempo

 

Futilidades/ter o que o outro tem: em qualquer idade, ter o telemovel que o outro tem, a roupa, as jóias, o carro. Esquecessem-se de ter humildade, ser simples, ser a propria pessoa, sem depender da minha impressão.

 

Falta de originalidade/originalidade excessiva: “o que é demais, é molestia” já dizia o ditado. Pegando do ponto de cima, a falta de originalidade coincide com a ambição de ter tudo o que o outro tem ou melhor. Ou existem aquelas pessoas que cansam-se, normalmente, com os padrões atuais e tentem ser tão diferentes que exageram na dose e ficam ridiculos.

 

Todos são escritores/bloggers/fotografos: modas, modas e modas. Escrevem uns textinhos nos sites são escritores, criam blogs e não bloggers, tiram umas fotos e são fotografos. NÃO! Errado! Depois há empregos/trabalhos que não são levados a sério porque cada um pode ser habilidoso para fazer qualquer coisa. Eu o que o diga...

 

Semana 24: Casais preferidos (filmes, séries, livros, etc)

os clássicos Mr and Mrs Smith

Jack e Rose do Titanic (esses podiam ficar juntos para sempre)

Neal Cafrey e Sara Ellis em White Collar, eles deviam ter ficado juntos

Autoria e outros dados (tags, etc)

por liz collingwood às 14:23

liz collingwood © 2011-2016
Design by Sacha Hart
The Design Project


1 comentário

De Melhor Amiga Procura-se a 16.06.2016 às 11:48

Concordo com todos os pontos que indicas-te na semana 23.... É triste mas tens toda a razão

Comentar post