Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

find equilibrium



Domingo, 13.12.15

mood

a minha mãe diz que ando irritada e bastante nervosa para quem não faz nada. só o facto de ela mencionar isso já fico ligeiramente irritada para além do mais, irrita-me não fazer nada porque fico logo desmotivada quando não há emprego. estão a ver os dinossauros extintos? é o emprego em Portugal.

e refletindo, para a altura em que nos encontramos e que adoro, sim, ando irritada, nervosa, aborrecida e quando menos faço, menos quero fazer. e mais fácil serei julgada do que compreendida. acho que ainda não ultrapassei o "trauma" do fim de um relacionamento porque todas as memórias más vem à cabeça quando me questionam ou quando me dão ouvidos por ter acabado com ele. 

e ainda acho que não mereço ter uma pessoa tão maravilhosa ao meu lado. tenho medo de ser exigente sem razões, tenho medo de perdê-lo, tenho medo de gostar tanto dele. 

e acho que ando a ser demasiado exigente com as pessoas até, um rápido processo de mecanização do cérebro, de perceber as coisas à primeira. tal como me exigem a mim. 

é por isso que ando com taquicardias de repente, a sonhar demasiado e com os ombros pesados.

ou estarei a ficar maluca? 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por liz collingwood às 18:45

liz collingwood © 2011-2016
Design by Sacha Hart
The Design Project


6 comentários

De Carolina Cruz a 13.12.2015 às 19:33

Não querida, é uma fase e eu percebo-te muito bem o desemprego é mesmo um dinossauro e põe-nos nervosas, ansiosas, mal dispostas e respondonas, como eu te percebo, porque estou na mesma situação e sinto-me igual, parece que nos sentimos em baixo, incapazes... sei lá, mas a culpa não é nossa, nós lutamos..
Melhores dias virão.
Força!

De Elena Gilmore a 13.12.2015 às 20:59

É normal as inseguranças. Seria estranho se não tivesses.
Não acho que estejas a ficar maluca, penso que seja perfeitamente normal sentir isso tudo dado às circunstancias. Tens apenas de te concentrar no que queres e ir à luta (sim eu sei que é fácil falar).
Em relação à tua mãe. Não a leves muito a peito. Ela está apenas preocupada contigo e se for como a minha faz isso para ver se tu arrebitas (a mim não funciona muito bem porque fico ainda pior).
Eu não sei bem de que trabalho andas à procura mas não deixes de tentar. A situação está difícil é verdade mas será ainda pior se nós baixarmos a cabeça.
Quem está ao teu lado gosta de ti tal como tu és.. e isso é o suficiente. Essa pessoa vai-te ajudar em tudo que precisares querida. Não estás sozinha.
Bem eu sei que sabes disto tudo... por isso Força miúda! ;P
Beijos grandes!!

De Ms. Boo a 13.12.2015 às 23:07

se estás a ficar maluca então eu também estou. estamos quase na mesma situação e ainda para mais acho-me cada vez mais burra por não ter desafios intelectuais :/ estamos juntas ...

De Sara a 15.12.2015 às 11:35

Claro que não! Ajuda pensar que toda a gente tem esses momentos, apesar de muitas vezes não repararmos! Desculpa demorar tanto tempo a responder ao comentário, mas acho que já percebi o que aconteceu... Só espero que esteja tudo bem com esse novo "amigo" :)

De Emy a 15.12.2015 às 23:36

Já exprimentaste ginásio :b?

De -Hellen a 21.12.2015 às 21:25

Adorei a comparação de empregos aos Dinossauros, não podia estar mais de acordo!

Comentar post



liz collingwood

Liz, 24 anos, entre Porto e Aveiro. Encontro-me noutra casa!